Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

LICEU EDUARDO PRADO, EM SÃO PAULO

Foto de 1960 mostra o prédio do Liceu Eduardo Prado, no bairro de Itaim, em São Paulo (SP), com vários ônibus estacionados. A foto foi extraída do blog do mesmo Liceu.

NITERÓI EM 1955

Vemos agora uma foto de 1955 com o Aeroclube de Niterói instalado em Charitas, praia de São Francisco inspirada no nome Cáritas. A gravia "Charitas" se deveu ao padrão ortográfico anterior a 1943, mas a pronúncia popular "xaritas" pegou e a grafia não se alterou com isso.

Hoje esse bairro tem estação das Barcas e até terminal com linhas municipais e intermunicipais. Ainda faz parte do percurso da linha 33 Jurujuba / Centro, que já existia em 1955 sob os cuidados da Viação Fortaleza, empresa que existe até hoje mas não serve mais a linha (operada pela Expresso Miramar).

A foto é de autoria de Manoel Bastos e foi extraída do site da Fundação de Arte de Niterói.



BARRETO

Aqui são três fotos reconstitutivas que montei com base no original de Moacir Ramos. São carros que a Expresso Barreto, de Niterói (RJ), teve nos anos 70, com destaque para a primeira foto, um Metropolitana Onux com motor traseiro, igual ao que a SERVE teve. Eu passeei tanto nos ônibus da Barreto quanto da SERVE e, depois, quando a SERVE virou CTC-RJ.



ÔNIBUS ESTRANGEIROS DE 1961

Neste tópico saímos do território brasileiro e vamos para outros países lusófonos, como Moçambique e Portugal. As duas fotos são de 1961 e mostram ônibus de concepções curiosas. O primeiro ônibus é da cidade moçambicana de Chibuto, a empresa se chamava Transportes Oliveira, mas a carroceria não foi informada. O segundo ônibus é das carrocerias UTIC, com uma estética que nos soa moderna para a época - com um quê de Mafersa com portas de Torino LN - , e a empresa é a União Rodoviária do Caima Oliveira de Azemeis.


MAGEMIRIM

Saímos do nosso raio cronológico pré-1979 e mostramos aqui uma foto que o busólogo Moacir Ramos nos enviou para publicar neste site. Famoso por suas belas pinturas que marcaram os anos 70 e 80 (as extintas Luxor, Dinâmica e Tenente Jardim e as hoje existentes Miramar e Paranapuan são alguns exemplos), Moacir mostra aqui, em foto de sua autoria, o desenho que bolou para a empresa Magemirim, de Magé (RJ), em 1997.

Gratos ficamos com o apoio de Moacir ao nosso site. E gratos ficamos também com seu talento e trabalho para a busologia.

IDEAL

Continuamos com o acervo de Moacir Ramos, desta vez mostrando uma preciosidade que é o ônibus das Carrocerias Grassi da empresa Viação Ideal, da antiga Guanabara, em foto de 1960. A Viação Ideal é a mesma que existe até hoje, e a linha 208 creditada na bandeira é a mesma 326 Castelo / Bancários que vemos hoje nas ruas do Rio de Janeiro.

BONDES EM NITERÓI

As fotos são de 1947, de autoria de Carlheinz Hahmann, e fazem parte da coleção do pesquisador norte-americano de trens e bondes Allen Morrison. Mostram bondes niteroienses em dois lugares diferentes.

O primeiro é o bairro de Santa Rosa, provavelmente a própria Rua Santa Rosa, próximo à rua Dr. Sardinha (que vai para Martins Torres).

O segundo é o bairro de São Francisco, em rua não identificada.


ANÚNCIO DA WILLYS-OVERLAND DE 1965

Esta foto, enviada pelo busólogo Moacir Ramos, mostra uma pintura, bem ao estilo dos anos 60, baseada em foto, com um carro Aero Willys '65, da Willys-Overland, percorrendo a orla carioca, pelas alturas da Av. Beira-Mar. Nessa época, foi inaugurado o Aterro do Flamengo, com suas avenidas Infante Dom Henrique e Nações Unidas, por onde foram deslocadas várias linhas de ônibus. Essa foto foi publicada nas revistas nacionais, mas Moacir a escaneou de uma edição da Manchete.

Como "figurante", aparece um ônibus das Carrocerias Vieira, talvez um modelo de 1964. Que empresa deve ser?



MADUREIRA & CIA., DE SÃO GONÇALO

Esta raridade, do acervo de Moacir Ramos, tirada no pátio da extinta fábrica Carrocerias Cermava, mostra uma obscura empresa de São Gonçalo (RJ) chamada Madureira & CIA. A foto é de 1960. Consta-se que a empresa foi absorvida pela Viação Mauá, empresa que já existia na época, servindo a linha 101 (atual 143M), ligando os centros de Niterói e São Gonçalo, ramal hoje servido pela mesma empresa.



VIBEMSA

A Viação Beira Mar existiu de 1963 a 1991. Era uma simpática empresa, mas inchou demais e teve que se dividir. Só que o nome Vibemsa desapareceu, para dar lugar às atuais Verdemar, Rio Vermelho (cuja frota intermunicipal virou Via Nova), Ondina (que depois se dividiu entre ela e a Central e, no setor intermunicipal, virou ODM) e BTU. Aqui vemos a Vibemsa com Mercedes-Benz O-362, na sua concepção de 1975, que depois mudou a traseira para a concepção mais recente do modelo.


TSS

Aqui mostramos a Transportes São Salvador, empresa de Salvador de propriedade do Grupo Breda (ela havia surgido, aliás, de uma cisão da Breda Turismo soteropolitana), com CAIO Bela Vista 1973, vulgo "máscara negra". A empresa tinha sua base operacional na região do Cabula.


YPIRANGA

A Auto Expresso Ypiranga, extinta em 1987, foi uma empresa que atuou no subúrbio ferroviário de Salvador. Fez história com um nome meio parecido com a Ipitanga (os norte-americanos iriam adorar, dando a mesma pronúncia da primeira, quando tentarem um português enrolado), mas com uma trajetória diferente. E aqui vemos um carro da Marcopolo Veneza 1972, com motor traseiro, uma belezura que fez parte da frota da Ypiranga.

SUL AMÉRICA

Esta foto mostra um ônibus da Empresa de Transportes Sul América, extinta empresa de Salvador (BA), com um belo carro da CAIO Bela Vista 1973, o da "máscara negra". A foto foi tirada no bairro do Campo Grande.




RIO DE JANEIRO EM 1969: AV. BRASIL

Foto do congestionamento da famosa avenida carioca, em trecho não creditado, mas provavelmente mais próximo de Bonsucesso. A foto foi feita provavelmente em 1969, por haver, atrás de um ônibus da empresa paranaense Penha (atualmente do grupo Breda), um monobloco Mercedes-Benz O-352, lançado na época, e o caminhão da extinta empresa de mudanças Dardo (que eu cheguei a ver pessoalmente, nos anos 70 e 80), é um Mercedes-Benz lançado originalmente em 1967 e que ficou cerca de quinze anos em fabricação.

Note-se, também, que as linhas de ônibus já estavam com o código atual, lançado em 1964. Entre os ônibus, destaca-se um Vieira da CTC-GB, que chegou a servir na época a linha 394 (atualmente operada, emergencialmente, pela Auto Viação Bangu, empresa que tambem existia na época).

Foto enviada por Moacir Ramos.



CAMARÁ

Conforme informou nosso colaborador Eduardo Cunha, este ônibus da Nicola Ouro 1961 é da carioca Auto Viação Camará, que serviu, antigamente, a linha 746 Senador Camará / Cascadura, linha que depois foi da Auto Viação Bangu e hoje é da Viação Androinha, empresa integrante do Grupo Breda / Gol.

VIAÇÃO MANGUEIRA

Vemos agora este ônibus da Viação Mangueira, de Valença (RJ), com um modelo Cermava 1963 registrado por Moacir Ramos.


ORIENTAL

Aqui temos três fotos da fase áurea da extinta empresa carioca Viação Oriental, uma extraída de captura de vídeo do filme 'Macunaíma', de Joaquim Pedro de Andrade (1932-1988), de 1969, e outras duas com um visual pouco conhecido dos busólogos atuais, em fotos de 1973.




COMETA NO MARACANÃ

Foto de 1956, da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros do IBGE, que mostra um ônibus da Viação Cometa, empresa de São Paulo, vindo de uma antiga garagem localizada no Maracanã, bairro do Rio de Janeiro. A foto mostra o ônibus passando pela Av. Maracanã, até hoje uma avenida na qual passam vários ônibus.



BOTAFOGO EM 1960

Esta foto é do acervo de Luiz Darcy, ou Luiz D, do Saudades do Rio, e mostra um trânsito caótico na Rua Voluntários da Pátria, em Botafogo, Rio de Janeiro, naquele ano em que a Cidade Maravilhosa deixou de ser capital do país, o ano de 1960. Mesmo assim, o Rio continua, até hoje, sendo a "menina dos olhos" do mundo inteiro.





ENCHENTE NO RIO DE JANEIRO

Essas imagens são fotos capturadas de imagens raras para reportagem da Rede Globo sobre as chuvas que castigaram o Rio de Janeiro no início de 1966, causando centenas de mortos e milhares de desabrigados. As imagens estão disponíveis no YouTube e não possuem som. As ruas ficaram alagadas, houve vários deslizamentos e os carros, caminhões e ônibus tiveram problemas para trafegar nas ruas do Grande Rio. Mesmo o serviço de bondes da CTC-GB ficou comprometido.

Numa edição do jornal O Globo de janeiro de 1988, foi publicada também uma foto da Av. Francisco Bicalho, no centro-norte carioca, alagada pelo temporal de 1966, e nela se destacava um ônibus das Carrocerias Metropolitana 1965, da empresa Braso Lisboa e sua tradicional linha 474 Jacaré / Jardim de Alah. Quem quiser escanear as fotos, está aí a dica.





PRINCESA DOS CAMPOS

Foto da década de 1960, provavelmente de 1966, que mostra um ônibus da empresa de Curitiba, Princesa dos Campos, com o modelo Mercedes-Benz talvez O-326, já que a dianteira é a mesma do modelo O-321 mas a traseira já prenuncia a linhagem O-355 / O-362.

VITÓRIA, DE FORTALEZA (CE)

Em outros tempos, a GM fabricava chassiz para ônibus e também se tornou notável pela linha de caminhões, que no Brasil fechou há alguns anos, lamentavelmente. Vemos uma foto de 1959, com um ônibus de madeira montado sobre um caminhão Chevrolet (eram muito comuns os mistos de caminhão e ônibus nessa época) da Empresa Vitória, de Fortaleza (Ceará).

Foto do Memorial Fotográfico do Transporte Coletivo de Passageiros do Ceará.

ÔNIBUS DE BRASÍLIA

Esta foto é de 03 de julho de 1970, quando da entrega de ônibus da Marcopolo Bertioga (que parece intermediário entre o Nicola Ouro 1963-1967 e a Marcopolo Veneza I) para o transporte coletivo em Brasília. A foto é do acervo tanto do Museu da NTU quanto da DFTrans.

ESTRELA DO NORTE

Esta foto, na Avenida Francisco Bicalho, no Rio de Janeiro, em 1949, mostra um ônibus da Viação Estrela do Norte, provavelmente na antiga linha 98 Vaz Lobo / Candelária, passando sob a via férrea do trem da Central do Brasil.


EXPRESSO GARCIA

Apesar do modelo ser Marcopolo Veneza 1972 - mas de um lote posterior - , a foto é de 1982. O ônibus é a empresa Expresso Garcia, então de São Gonçalo (RJ), que já detinha na época o código RJ 135 da DETRO. No decorrer da década de 80, porém, a empresa iniciou um processo de transição, assumindo linhas que eram da também gonçalense Viação ABC - 703D e 750D que ligam o ponto do Salesianos Niterói, em Santa Rosa, a, respectivamente, Vila Isabel e Estácio - mas mantendo frota gonçalense, destinada à área de Engenho Pequeno.

Nos anos 90, porém, a Expresso Garcia desapareceu das ruas gonçalenses, assumindo nova sede em Niterói (compartilhando, com a niteroiense Santo Antônio Transportes, a antiga garagem da Viação Pendotiba no Largo da Batalha), aposentando o código SG 48 e assumindo quatro linhas: além das citadas 703D e 750D, a 709D Charitas / Castelo (antiga 999 da CTC) e a 565D Santa Rosa / Passeio, que até o fim de 2008 era operada em pool com a Viação Fortaleza, também d…

CERMAVA SCANIA

Essa foto é uma relíquia que Moacir Ramos me enviou para eu restaurar. A foto tem 40 anos, portanto é de 1969, e mostra um ônibus rodoviário da Cermava motor Scania Vabis, numa concepção de ônibus grande que marcou a montadora sueca até o final dos anos 90, quando a indústria cometeu o erro de imitar (mal) a tecnologia da Volkswagen (que, anos depois, comprando ações na Scania, assimilou parte de sua tradicional tecnologia).

A foto foi tirada no pátio da fábrica, na Guanabara.



CAMPINEIRA

Este é um ônibus da antiga empresa carioca Empresa de Transporte Campineira da linha 64 Leopoldina - Leblon. A foto parece ser de 1956 e o modelo deve ser o primeiro Ciferal urbano, num tempo em que nem se imaginaria um parentesco com as Carrocerias Nicola (como ocorre hoje em dia, com os ônibus da Marcopolo fabricados na Ciferal).

VIEIRA ALFACINHA OU METROPOLITANA NOVO RIO

Mais uma questão a respeito deste ônibus. Uma informação a respeito desse modelo das Carrocerias Vieira, apresenta uma suposta peculiaridade, segundo informa Eduardo Cunha:

"Esta carroceria tem uma característica especial. Era o modelo Alfacinha, da Vieira, quando a Metropolitana comprou e adotou a nova nomenclatura de Novo Rio. Este ônibus fez parte da frota da Viação Zurick, de Belo Horizonte.

IMPALA

O grupo Cometa já chegou a ter uma empresa chamada Impala - mesmo nome de um antigo modelo da Chevrolet do começo dos anos 60 - , que por isso mesmo tinha uma frota dotada dos famosos CMA Dinossauro, um dos modelos de ônibus mais queridos pelos busólogos. Infelizmente, a empresa Impala não existe mais, mas nos anos 70 e 80 ela exibia sua exuberância, sobretudo nas ruas de Belo Horizonte.

A terceira foto é uma miniatura, que surpreende por ser tão bem feita.



MARCOPOLO SÉRIE OURO 1963

Aqui vemos um ônibus da Marcopolo Série Ouro 1963, embora seja uma foto de 1979. Acervo de Augusto Antônio dos Santos.


CARNEIRINHOS

Empresa que, apesar do nome engraçado, foi uma das tradicionais de Belo Horizonte. A foto data talvez de 1977, apesar do modelo ser Marcopolo Veneza 1970.



INGÁ

A Auto Lotação Ingá, de Niterói, foi uma freguesa assídua do modelo Ciferal Leme 1971. Comprou um carro curtinho, 711, e outros semi-curtos (mais alongados, para o padrão da época). Isso na primeira metade dos anos 70.

Em 1976, com a inauguração da FIAT do Brasil, a montadora italiana testou um chassiz para ônibus e carros da Ciferal Leme e Ciferal Tocantins foram fabricados com esse chassiz. A Auto Ônibus Brasília teve Tocantins, com um carro, e a Viação Nossa Senhora do Amparo, Ciferal Leme (a "ciferal puro" que eu chamava na infância), com dois. A Ingá teve também dois (731 e 732), que circularam pela linha 22 Fonseca / Centro (via Jansen).

Um deles está aí na montagem reconstitutiva, a partir de um original de Augusto Antônio dos Santos.

GALO BRANCO

A Viação Galo Branco, tradicional empresa de São Gonçalo (RJ), experimentou por um breve período uma frota rodoviária, com lindos carros da Marcopolo III. Ela se destinou ao Centro do Rio, e se iniciou em 1977. Durou alguns anos, e depois o serviço foi extinto. Recentemente, a Galo Branco, com a mesma parceria com a Marcopolo, colocou carros interurbanos do modelo Viale.