Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2018

LOTAÇÃO REAL

Fiz uma montagem reconstitutiva de um ônibus das Carrocerias Metropolitana, modelo Metropolitana Eldorado (ou Metropolitana Guanabarino) de 1960, que fez parte da frota da Lotação Real, embrião da Real Auto Ônibus.


RIO DE JANEIRO, AV. MELO MATOS, 1965

A foto, publicada no Correio da Manhã de 01 de janeiro de 1965, mostra a Av. Melo Matos - creditada como rua e não como avenida - , na Tijuca, no Rio de Janeiro, ilustrando uma nota falando sobre melhorias urbanas na área.


RIO DE JANEIRO, IPANEMA, 1966

Vemos a foto, do Correio da Manhã de 09 de janeiro de 1966, mostrando a Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. A foto ilustra queixas dos moradores pedindo melhorias para a área de lazer. Ao longe, se observa um ônibus das Carrocerias Metropolitana 1965 estacionado.


NITERÓI, RUA ACADÊMICO WALTER GONÇALVES, 1966

A foto que vemos, extraída do Correio da Manhã de 09 de janeiro de 1966, mostra o centro Sul de Niterói, na altura da Rua Acadêmico Walter Gonçalves, esquina com a Rua da Conceição.

O jornal creditou a rua como Dr. Borman, embora sabemos que, nesse trecho, onde fica o prédio da antiga prefeitura de Niterói, atualmente sede da Secretaria da Fazenda, a rua muda de nome.

A foto ilustra uma nota falando dos buracos existentes na rua na época, o que, em momentos de chuva, cria pequenas poças que, mesmo assim, são muito incômodas para o trânsito de veículos e pedestres.


RIO DE JANEIRO, PRÉDIO DA FIOCRUZ, 1961

Vemos, nesta foto publicada em A Noite, de 18 de abril de 1961, a beleza do prédio da Fundação Instituto Osvaldo Cruz (FIOCRUZ), importante instituto de pesquisa que atua no Rio de Janeiro. O famoso prédio é visto na Av. Brasil, na altura de Manguinhos, onde se situa o edifício.


NITERÓI, COMÉRCIO DO CENTRO NORTE, 1961

Um dos problemas até agora não superados em Niterói é a intensa movimentação do comércio do Centro Norte e a presença de camelôs, o que exige das autoridades a relocação do comércio informal dos calçadões do centro para edifícios em locais de grande demanda de transeuntes.

Nesta foto publicada no jornal A Noite, em 14 de março de 1961, o problema era outro. Lojas populares, conhecidas como "barracas", expunham seus produtos em pleno calçadão, além de estocar caixotes, atrapalhando a travessia de pedestres. Ainda assim tanto outrora quanto hoje vale o que anuncia a nota de A Noite: "Em Niterói, pedestre que quiser que ande no meio da rua".


RIO DE JANEIRO, CAMINHÃO PIPA VINDO DE SÃO PAULO, 1961

Conforme a famosa marchinha do Rio de Janeiro ("Rio de Janeiro / Cidade que seduz / De dia falta água / De noite falta luz"), o serviço de fornecimento de água potável foi um problema crônico na cidade.

Nesta foto do jornal A Noite de 11 de março de 1961, vemos um caminhão pipa Mercedes-Benz 1111 LP-321. vindo de São Paulo para ajudar no abastecimento de água no então Estado da Guanabara.


RIO DE JANEIRO, IPANEMA, 1961

Esta foto que aqui vemos, publicada no jornal A Noite de 16 de fevereiro de 1961, mostra o bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro, com sua vista panorâmica.


LOTAÇÃO METROPOLITANA ELDORADO

Esta foto, publicada no jornal A Noite de 13 de janeiro de 1961, mostra um lotação modelo Carrocerias Metropolitana Eldorado, com sua dianteira arrojada, servindo uma linha para o bairro do Leblon.


RIO DE JANEIRO, AV. PRES. VARGAS, 1961

Esta foto, publicada no jornal A Noite de 11 de janeiro de 1961, mostra a Av. Pres. Vargas, no Rio de Janeiro, no entorno da Uruguaiana. O traçado dado pelo ilustrador do jornal mostra uma área que, localizada entre a Rua Uruguaiana e a Praça da República, seria destinada a demolições para a construção de novas edificações.

Vários ônibus são vistos no local, inclusive alguns atravessando a avenida, vindos da Central ou da Zona Portuária.


CURITIBA, VISTA PANORÂMICA, 1962

Este cartão postal divulgado pelo portal Curitiba Antiga a partir do colecionador Thiago Marcos Vasconcelos, mostra a vista panorâmica da capital paranaense em 1962, provavelmente uma das mais antigas vistas aéreas da cidade que se tem conhecimento.


CURITIBA, PRAÇA TIRADENTES, 1960

Vamos a outra Praça Tiradentes, desta vez em Curitiba, nesta foto de 1960 divulgada pelo Cartão Postal Colombo.


RIO DE JANEIRO, PRAÇA TIRADENTES, 1920

Este registro do grande fotógrafo Augusto Malta, que hoje integra o acervo do Instituto Moreira Salles, mostra a Praça Tiradentes, vista de quem vem da Praça da República, tendo, em primeiro plano, a esquina da Av. Passos e o antigo teatro, hoje denominado João Caetano. Alguns bondes passam pelo local, nesta foto de 1920.


NITERÓI, ITAIPU, 1973

Em outra foto publicada no Jornal do Brasil de 18 de março de 1973, mostramos outro ponto de Niterói, o Hotel Havaí, em Itaipu, uma das praias de maior potencial turístico da antiga capital fluminense.


NITERÓI, ITACOATIARA, 1973

A foto que aqui vemos mostra o bairro de Itacoatiara, em Niterói, destacando uma casa da região, em registro publicado no Jornal do Brasil de 18 de março de 1973.


RIO DE JANEIRO, VIADUTO DO GASÔMETRO, 1978

Já esta foto, publicada no Jornal do Brasil de 01º de agosto de 1978, vemos o Viaduto do Gasômetro, no Rio de Janeiro, em direção à Ponte Rio-Niterói, com seu habitual trânsito intenso de veículos.

No viaduto vemos, distanciados, dois ônibus da Viação Paraense. Um do modelo Metropolitana Ipanema 1974, na parte inferior direita da foto e, mais adiante, um modelo Marcopolo Veneza 1970 se preparando para descer a rampa para o Caju.


RIO DE JANEIRO, SÃO CRISTÓVÃO, 1975

Esta foto, publicada no Jornal do Brasil de 17 de novembro de 1975, mostra a Rua Bela, em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, próximo ao bairro do Caju. Eu mesmo passei por esse local algumas vezes, na época.

Note-se, entre os ônibus, um CAIO Bela Vista 1973 da Viação Dinâmica. Um ônibus da Ciferal Leme, possivelmente da Viação Oriental, aparece ao lado.


RIO DE JANEIRO, PRAÇA SECA, 1920

Lamentavelmente prejudicada pela intensa violência, a vida dos moradores da Praça Seca, bairro que faz ligação entre Jacarepaguá, na Zona Oeste, a Madureira, na Zona Norte, chegou a ter uma vida mais pacata, na condição de um bairro em urbanização incipiente, num tempo em que os atuais subúrbios eram bairros rurais.

O trecho que vemos, nesta foto de 1920, é a Rua Cândido Benício, logradouro principal do bairro e tronco de ligação entre Madureira e Jacarepaguá, no trecho em que se encontra com a Praça Barão da Taquara. Nota-se um conjunto de casas nas quais havia vários estabelecimentos comerciais.

O movimento pacato fazia com que um cidadão pudesse atravessar tranquilo a rua, coisa muito arriscada nos dias atuais.


RIO DE JANEIRO, MADUREIRA, 1963

A foto que vemos é do Correio da Manhã de 23 de fevereiro de 1963 e mostra a pouco conhecida Rua Quáxima, em Madureira, no Rio de Janeiro.

Esta rua, que atualmente se situa no entorno da Linha Amarela, era alvo de muitas reclamações ao poder público, por causa da falta de coleta de lixo - o caminhão de lixo não passava pelo local - que forçava os moradores a deixarem o lixo a céu aberto ou a realizarem queimadas, que espalhavam fuligem no local, entrando nas casas.


RIO DE JANEIRO, AV. RIO BRANCO, 1963

Esta foto, publicada no jornal Correio da Manhã de 18 de dezembro de 1963, mostra a situação caótica na Av. Rio Branco, no Rio de Janeiro. uma das queixas dos cariocas na época devido à desorganização dos sentidos nas ruas do entorno.


NITERÓI, PRAIA DE ICARAÍ, 1956

Esta foto de Manuel Fonseca mostra uma vista diferente de Niterói, a panorâmica da Praia de Icaraí registrada do mirante improvisado na Rua Itapuca, no Ingá, em 1956.


NITERÓI, PEDRA DE ITAPUCA, 1967

Outra foto publicada no Jornal do Brasil de 20 de outubro de 1967 mostra a Pedra de Itapuca, na altura da Praia das Flechas (atual Praia João Caetano), tendo ao fundo a Praia de Icaraí.

NITERÓI, PRAIA DE ICARAÍ, 1967

Esta foto, publicada no Jornal do Brasil de 20 de outubro de 1967, mostra a Praia de Icaraí, em Niterói, durante a noite. Nota-se a iluminação em torno do local, que se reflete nas águas da Baía da Guanabara.


MERCEDES-BENZ L-406, 1969

O que, para nós, parece uma antecipação, para os alemães nós é que adotamos tardiamente os modelos novos da Mercedes-Benz. Esta foto com o modelo L-406 para camionetas e micro-ônibus tem a concepção que só foi adotada no Brasil nos anos 1970 e 1980, mas esta foto é de 1969. O modelo estava sendo usado como exposição móvel da empresa Bauknecht.


FLORIANÓPOLIS, VISTA PANORÂMICA, 1959

Esse cartão postal editado pela Colombo mostra a vista panorâmica de Florianópolis, no ano de 1959. Meio escondida, aparece, no canto direito da foto, a ponte Hercílio Luz, um de seus pontos turísticos mais célebres.


SÃO PAULO, RUA 25 DE MARÇO, 1975

Esta foto, do acervo da agência Folhapress e divulgado pelo portal São Paulo Antiga do Pinterest, mostra a Rua Vinte e Cinco de Março, no Centro de São Paulo, em 1975. A Rua 25 de Março é muito famosa pelo seu comércio popular.


SÃO PAULO, LARGO DO SÃO FRANCISCO E FACULDADE DE DIREITO, 1948

Este cartão postal de 1948 mostra a cidade de São Paulo, no Largo de São Francisco, onde se situa a famosa Faculdade de Direito, hoje integrante da Universidade de São Paulo. Em primeiro plano, observa-se um ônibus Grassi urbano da época, apelidado de "bulldog", da Companhia Municipal de Transportes Coletivos (CMTC). A foto tinha umas marcas do tempo e foi restaurada por mim.


RIO DE JANEIRO, AV. PRINCESA ISABEL, 1960

Outra foto da coleção do jornalista e pesquisador Moacir Japiassu é esse belo registro a cores da Av. Princesa Isabel, entre o Leme / Copacabana e Botafogo, no ano de 1960, antes de receber as obras de duplicação.


RIO DE JANEIRO, IPANEMA, 1963

Esta foto, da coleção do pesquisador e jornalista Moacir Japiassu, mostra o bairro de Ipanema, no Rio de Janeiro, em 1963, focalizando a Av. Visconde de Pirajá. Entre os ônibus, observamos um da Auto Viação Taruman operando a 125 Central / Gen. Osório, enquanto que, atrás, aparece um ônibus da CTC-GB.


RIO DE JANEIRO, AV. MARECHAL FLORIANO, 1959

Atualmente destinada a realização de novas obras para o VLT, a Av. Marechal Floriano aparece aqui com seu trânsito em 1959, destacando os bondes ("avôs" do VLT) circulando na ocasião.